Instituto de Cinema de SP

Cinema e Teatro: Mergulhos na Dramaturgia:
Online AO VIVO

  • todos
  • teatro
  • cultura fílmica

Sinopse:

Independentemente do ponto de vista teórico ou conceitual através do qual se aborde o tema – como intermidialidade, intertextualidade, polifonia, hibridismo ou dialogismo, dentre outros –, algumas das características predominantes das produções artístico-culturais e comunicacionais contemporâneas são a convergência de formatos, a intersecção de linguagens, o diálogo entre gêneros e a incorporação de recursos tecnológicos de fontes diversas. O curso se propõe a discutir como isto tem se manifestado na relação entre as Artes Cênicas (particularmente o teatro) e o audiovisual. Neste sentido serão abordadas questões como a transposição de textos teatrais para o cinema, o uso da linguagem e técnicas teatrais em filmes, a incorporação do audiovisual e/ou sua linguagem e estética no fazer teatral, o cinema-teatro e o teatro-cinema, dentre outros.

Datas e calendário:

  • Próximas turmas: 04/10/2021
  • Dias da semana e horário: Seg, Qua, Sex, das 19:00 às 22:00 horas.
  • Duração: 15 encontros Online AO VIVO
  • Carga horária: 45h

OBJETIVO:

O curso visa apresentar, tanto para aqueles e aquelas interessados no audiovisual quanto nas artes cênicas, um panorama da relação entre as duas áreas, oferecendo um repertório de obras, dramaturgos e cineastas que transitaram entre elas, bem como noções conceituais, teóricas e técnicas que pautaram esta relação. Para tal, além de discutir aproximações e distanciamentos entre as duas linguagens no decorrer da História, o curso debaterá, através de exemplos no campo cinematográfico e cênico (com foco no teatro, mas também extensivo à dança e à performance), temas como a intermidialidade, o dialogismo e a intertextualidade, buscando explorar como estas perspectivas manifestam-se em diversos níveis do fazer fílmico e/ou teatral, como o corpo (atuação), o espaço, o tempo, a narrativa, o texto, a montagem (edição) e a relação estética com os(as) espectadores(as).

DIFERENCIAIS DO CURSO:

No decorrer do curso, alunos e alunas terão contato com uma série de produções que abordam o tema, com a análise de trechos significativos de filmes e peças teatrais filmadas que serão utilizados para ilustrar/demonstrar a aplicação dos conceitos e teorias em debate.

PROGRAMAS:

Aula 01

Artes Cênicas e Audiovisual: distanciamentos e aproximações, uma primeira abordagem. Conceitos básicos: Estética, Intertextualidade, Intermidialidade, Dialogismo, Polifonia e Hibridismo Cultural.

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 02

Um brevíssimo panorama da História do Teatro. Noções básicas sobre linguagem teatral.

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 03

O nascimento do cinema, o “empréstimo” da estética teatral e o desenvolvimento da gramática cinematográfica. Proximidades e distanciamentos da linguagem do audiovisual e códigos teatrais em um texto “clássico”: a Medéia de Eurípedes (431 a.C) nas versões de Pier Paolo Pasolini (1969), Chico Buarque e Paulo Pontes (Gota d´água, 1975) e Lars Von Trier (1988).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 04

Aproximações e distanciamentos entre o teatro e o cinema: contribuições dos primeiros realizadores e teóricos. Georges Méliès (1861 – 1938). Vsevolod Meyerhold (1874-1940) e Sergei Eisenstein (1898-1948). Jean Cocteau (1889 – 1963) e Antonin Artaud (1896 – 1948).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 05

Bertold Brecht, o Expressionismo Alemão e o diálogo entre o cinema e o teatro: o estilhaçamento do espaço, as deformações da realidade, a quebra da estrutura temporal, a representação do “eu interior”, da memória e da subjetividade. Ecos no Brasil – Vestido de noiva em quatro momentos: Nelson Rodrigues/ Zbigniew Ziembinski (1943), Antunes Filho (Programa Teatro 2, TV Cultura, 1974), Joffre Rodrigues (2006) e Os Satyros (2007).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 06

O entrecruzamento dos códigos cinematográficos e teatrais em três cineastas europeus. Pier Paolo Pasolini: Édipo Rei (1967, baseado na peça de Sófocles) e Medéia (1969, baseada na peça de Eurípedes). Peter Brook: Marat/Sade (1967, baseado na peça de Peter Weiss) e O Mahabharata (1985, baseado no texto hindu e na montagem teatral feita pelo próprio diretor). Rainer Werner Fassbinder: As lágrimas amargas de Petra Von Kant (1972, baseado em peça do próprio diretor) e Querelle (1982, baseado em livro de Jean Genet).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 07

Corpo, teatralidade e performance na “Trilogia Flamenca” de Carlos Saura: Bodas de Sangue (1981, baseado na peça homônima de Federico Garcia Lorca, de 1932), Carmen (1983, baseado no texto de Prosper Mérimée e na ópera de Georges Bizet, 1875) e O amor bruxo (1986, baseado na obra de Manoel Falla, 1914-15).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 08

O teatro de Shakespeare transcrito em distintas linguagens: Macbeth e Othello (Orson Welles, 1948 e 1952), Trono manchado de sangue (Akira Kurosawa, 1957, inspirado em Macbeth), Romeo + Juliet (Baz Luhrmann, 1996), A Última tempestade (Propesro´s Books, de Peter Greenaway, de 1991) e Ricardo III: um ensaio (Al Pacino, 1996).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 09

Entre a Broadway e Hollywood: das margens para o centro dos palcos e da cena. A representação de setores marginalizados e oprimidos em filmes baseados em montagens teatrais. Porgy and Bess (dirigido por Otto Preminger, em 1959, em base ao espetáculo de George Gershwin, DuBose Heyward e Ira Gershwin, de 1935), Carmen Jones (dirigido por Otto Preminger, em 1954, baseado em Carmen de Bisset e no espetáculo da Brodway produzido por Robert Russell Bennett, de 1943), Hair (dirigido por Milos Forman, 1979, em base ao espetáculo escrito por Gerome Ragni, James Rado e Galt MacDermot, de 1968), West Side Story (dirigido por Robert Wise e Jerome Robbins, em 1961, a partir da produção da Broadway inspirada em Romeu e Julieta, de Shakespeare), Bent (dirigido, em 1997, por Sean Mathias, baseado na montagem de Martin Sherman, de 1979) e RENT (dirigido, em 2015, por Chris Columbus, baseado no musical de Jonathan Larson, de 1996, inspirado na ópera La Bohème, de Giacomo Puccini, de 1896).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 10

Em torno de dois dramaturgos brasileiros: Intermidialidade e dialogismo nas obras de Nelson Rodrigues (1912 – 1980) e Plínio Marcos (1935 – 1999).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 11

Cinema-teatro, teatro-cinema (I). Explodindo paredes, telas, tempos e espaços: Dogville (Lars Von Trier, 2003), Júlia (Christiane Jatahy, 2013, baseado no texto Senhorita Julia, de August Strindberg) e E se elas fossem para Moscou? (Christiane Jatahy, 2014, inspirado em As três irmãs, de Anton Tchekhov).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 12

Cinema-teatro, teatro-cinema (II). Metalinguagem, polifonia, as fronteiras entre “realidade” e “representação” e o fazer-teatral nas telas. A última dança de Salomé (Ken Russell, 1988, baseado na obra de Oscar Wilde), Trago Comigo (Tatá Amaral, 2016), Tio Vanya em Nova York (Louis Malle, 1994, baseado no texto de Anton Tchekhov).

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 13

O audiovisual na representação cênica. A câmera e o vídeo em cena. Imagem-paisagem, imagem-referência e imagem-dialógica. Corpo-imagem e imagem-corpo.

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 14

Em busca de relações dialéticas entre o palco, a câmera e o espectador: as experiências dos grupos Oficina, Vertigem, Companhia do Latão e Cia dos Atores na filmagem de seus espetáculos.

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Aula 15

Conclusões: um vasto campo em aberto.

Wilson Honório da Silva

Wilson Honório da Silva

Investimento:

À vista R$ 1.298,00 ou 6x de 216,33

Para mais informações,envie um email para matricula@institutodecinema.com.br ou nos ligue no (11) 3891-0633.

Fale Conosco Ícone branco transparente WhatsApp