Cineclube: um espaço político, pedagógico e de formação de público - InC | Instituto de Cinema | Cursos de Cinema e Atuação

Instituto de Cinema de SP

Cineclube: um espaço político, pedagógico e de formação de público

Os cineclubes são espaços democráticos, educativos, políticos, sem fins lucrativos que contribuem na formação de público, porque não só estimulam as pessoas a assistirem a obras audiovisuais, como também promovem rodas de discussões. As obras exibidas ainda colocam o espectador em contato com diferentes cinematografias, narrativas, estéticas e culturas. Os participantes têm a liberdade para escolherem o que será exibido, a seleção costuma ser de acordo com a temática. Muitos cinéfilos e profissionais da área encontraram nesses locais uma oportunidade para conhecer um pouco mais sobre o processo criativo e para trocar experiências a respeito da sétima arte.


O surgimento do cineclubismo faz parte da história do cinema, e aconteceu na década de 20 na França, inicialmente se tratava de uma reunião de amigos apreciadores de cinema, porém que queriam assistir seus filmes favoritos em um local mais tranquilo, onde pudessem compartilhar impressões sobre a obra que tinham acabado de ver. No Brasil o primeiro cineclube nasceu em 1928, na cidade do Rio de Janeiro e chamava-se Chaplin Club no Rio de Janeiro. Já São Paulo, oficialmente só ganhou um cineclube em 1940, nomeado de Clube de Cinema de São Paulo. 


Entre os principais objetivos dos cineclubes, estão refletir sobre a linguagem e do cinema, possibilitar a experiência fílmica como ferramenta de educação, estimular o desenvolvimento do pensamento crítico e viabilizar ações concretas de intercâmbio entre cineclubistas, realizadores, pesquisadores, críticos e pessoas enxergam o cinema como uma arte transformadora.


Podemos confirmar essa transformação quando relembramos a história de um dos movimentos artísticos mais contestadores que o cinema já produziu e que nasceu dentro de um cineclube em Paris, a Nouvelle Vague, surgiu porque um grupo de cineastas formado por Jean-Luc Godard, François Truffaut, Alain Resnais, Claude Chabrol, Eric Rohmer entre outros, encontraram nesse espaço nos anos 60 um lugar em que podiam trocar ideias, materializá-las, transgredi-las e consequentemente reinventar a forma de fazer e pensar o cinema.


Os cineclubes se popularizaram tanto no Brasil que em 1961, foi criado o CNC — (Conselho Nacional de Cineclubes, hoje denominado Conselho Nacional de Cineclubes Brasileiros), uma entidade que busca o desenvolvimento das políticas públicas para o audiovisual, participando das ações e propondo espaços para a expansão da ação cineclubista.



Cineclubes em São Paulo


A cidade de São Paulo é um dos maiores polos de produção audiovisual do país e essa efervescência contribuiu para o aumento do interesse das pessoas em consumir filmes, o que acaba refletindo na quantidade de cineclubes espalhados pela capital paulista. Até o circuito Spcine faz parte da rede de cineclubes desde 2016, com o Programa de Ação Cineclubista, que concentra mais de 20 salas para exibição de filmes gratuitos ou com preços populares.


Outras iniciativas merecem destaque, por isso, listamos alguns cineclubes que exibem filmes gratuitos em São Paulo para quem desejar frequentar salas não comerciais a procura de boas obras e excelentes discussões que vão além da cultura fílmica, pois, a missão dos cineclubes é levantar debates políticos, sociais, pedagógicos, ajudando na formação de um público com visão crítica e ampliada sobre as produções cinematográficas.


Cineclube Oswald de Andrade


Localizado dentro da Oficina Cultural Oswald de Andrade – Instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis – realiza uma programação diversa e temática, quem desejar saber mais sobre os dias e horários de exibição precisa entrar no site.


Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo


Telefone: (11) 3221-4704


Site: www.oficinasculturais.org.br


Sala Cinematographos


Situado no anexo da Casa Guilherme de Almeida o espaço promove um resgate físico da memória de Guilherme de Almeida, pioneiro na crítica cinematográfica no país, além de renovar o público do museu-casa, o lugar atrai cinéfilos, estudantes e profissionais do audiovisual para debates, novos conhecimentos e exibições de trabalhos inéditos. Para saber sobre a programação entre no site do local.


Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943


Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo


Telefone: (11) 3673-1883 | 3672-1391


Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br


Cineclube Cinema Paradiso


Desde 1995, o Cineclube Cinema Paradiso se reúne quinzenalmente, sempre aos domingos, para debater os filmes exibidos nos cinemas. Não há regras e nem dinâmica pré-estabelecida, tudo flui com muitas trocas sobre a produção audiovisual. 


Site: www.grupocinemaparadiso.com.br 


Cine Tiquinho


Localizado no espaço Mundo em Foco, o cineclube realiza sessões temáticas para alunos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), e o Saraudiovisual, encontro poético com intervenções visuais. O grupo ainda realiza oficinas, exposições e produz conteúdos audiovisuais.


Endereço: Rua Maria de Nazaré, 180, Ermelino Matarazzo


Facebook: Mundo em Foco


Cineclube Salada de Cinema


O Cineclube Salada de Cinema graça a uma parceria com o Matilha Cultural para exibição de filmes sempre no último sábado do mês, as obras escolhidas são aquelas que não costumam chegar às salas de cinema. Como documentários, curtas-metragens, filmes com temáticas específicas, a escolha do conteúdo procura gerar debate e engajamento social dos participantes. Aliás, o próprio, Matilha Cultural também tem seu cineclube, o Cine Matilha, onde exibe diversos filmes e os ingressos costumam ser um 1 quilo de alimento não preferível ou doações de roupas e brinquedos.


Endereço: R. Rêgo Freitas, 542 - República, São Paulo 


Telefone: (11) 3256-2636


Site: http://saladadecinema.com.br/cinema/


https://matilhacultural.com.br/


Cine Favela


O Cine Favela é uma associação cultural sem fins lucrativos, que, desde 2003, usa o cinema como personagem principal em suas atividades socioculturais. Além de trabalhar com atividades fílmicas, o espaço também usa o esporte e teatro como ferramenta de inclusão cultural para os moradores da de Heliopolis. O projeto nasceu em 2003 e o local também foi o primeiro cinema da comunidade.


Endereço: Rua do Pacificador, 288, Heliópolis


Site: www.cinefavela.org.br


Cine Campana


Com sessões que acontecem toda a primeira quarta-feira do mês no Centro Cultural Grajaú e toda última quinta-feira na Casa de Cultura Popular do M’boi Mirim. Os filmes exibidos procuram gerar discussões sobre as políticas afirmativas e direitos da juventude.


Endereço: Centro Cultural Grajaú – Rua Professor Oscar Barreto Filho, 252, Parque América


Casa de Cultura de M’Boi Mirim –  Av. Inácio Dias da Silva, s/nº – Piraporinha


Cineclube Marieta


Inaugurado em 2016, como parte do centro cultural de mesmo nome, tem capacidade para abrigar até trinta pessoas. A programação inclui mostras de animação, cinema contemporâneo nacional e filmes de diretores como Jane Campion, Chantal Akerman e Xavier Dolan. As sessões ocorrem às terças-feiras, seguidas por uma roda de conversa.


Endereço: Rua Dona Maria Paula, 96, apartamento 2, centro. 


Site: https://www.projetomarieta.com.br


Cine Tapera 


Situado na Galeria Metrópole, o espaço cultural, foi criado em 2016, e se especializou em realizar exibições de películas de grandes diretores como Akira Kurosawa, Federico Fellini, Vittorio De Sica e Frank Capra, e de cineastas brasileiros consagrados, como Joaquim Pedro de Andrade e Sílvio Tendler. Também exibe longas independentes. 


Galeria Metrópole. Avenida São Luís, 187, loja 29, 2º andar, centro. 


Site: https://taperatapera.com.br 


Cineclube  Socioambiental Crisantempo


Criado em 2008, esse espaço visa ampliar o debate sobre a conscientização ambiental. Por isso, suas sessões cinematográficas exibem documentários sobre sustentabilidade, aquecimento global, desmatamento e populações em risco. Após a exibição de cada filme, há uma conversa entre os diretores e os demais convidados. O local ainda oferece atividades paralelas como palestras, apresentações musicais e feiras de trocas.

Endereço: Rua Fidalga, 521 - Vl. Madalena São Paulo – SP


Site: http://www.cineclubesocioambiental.org.br


Por Marcela Servano


 

voltar