O que podemos esperar de Coringa, novo filme do vilão emblemático!? - InC | Instituto de Cinema | Cursos de Cinema e Atuação

Instituto de Cinema de SP

O que podemos esperar de Coringa, novo filme do vilão emblemático!?

Desde anunciado, o filme de um dos vilões mais emblemáticos do universo de heróis, fez sucesso. Coringa voltaria para as telas sendo vivido por Joaquin Phoenix, ator com lista de atuações e filmes excepcionais. Isso e a premissa, que apresentava características sombrias e com abordagem um pouco mais complexa sobre o personagem, foi o suficiente para que se começasse a aguardar pelo longa ansiosamente. 


Nesta quarta (28), quando o trailer final foi lançado, pudemos ver mais detalhes do personagem, do roteiro, fotografia e direção. O novo trailer revela um Joaquin Phoenix extremamente magro e que beira o bizarro quando solta suas risadas de palhaço. O “hype” pela internet está cada vez maior. Em todo canto das mídias sociais, pôsteres do filme são compartilhados. Mas o que a gente pode de fato esperar? Vem conhecer o que sabemos até agora. 


O filme pretende nos entregar um lado de Coringa que ainda não foi explorado. Acompanhando Arthur Fleck, o rosto por baixo da maquiagem, veremos alguém que vive com pensamentos negativos e sofre rejeição constantemente - até mesmo pela própria terapeuta. Tudo isso mostrado numa fotografia escura, tornando a atmosfera da história ainda mais sombria. 


Joaquin Phoenix promete estar, mais uma vez, imperdível. O ator, que tem uma vasta lista de boas e versáteis atuações, teve que perder mais de 23kg para interpretar o vilão, e se mostrou disposto a viver o desafio e mergulhar na vivência do papel. Joaquin acredita que “constantemente, nesses filmes, nós temos esses arquétipos simplificados e reducionistas e que permitem ao público ficar distante do personagem, assim como faríamos na vida real, em que é mais fácil rotular alguém como mau para em seguida dizer ‘bem, eu não sou assim’. E ainda assim somos todos culpados. Todos pecamos. E então pensei que há esse filme e esses personagens, em que não seria fácil para você como espectador”.


Essa forma nova de levar o personagem para as telas foi uma escolha do diretor Todd Philiphs (Trilogia de Se Beber Não Case), que queria se afastar de tudo aquilo que já havia sido feito sobre o Coringa, seja HQ ou produção audiovisual, o diretor escolheu fazer algo diferente. 


Sua direção parece ser segura, já que Philiphs decidiu ir por um caminho que o público não é acostumado quando fala-se do universo de heróis. Além disso, se mostra despreocupado com a pressão que colocam em cima do personagem, como disse em entrevista ao Los Angeles Times, "Esse não será o último filme do Coringa já feito. Talvez seja o último feito por Joaquin e eu, mas depois alguém vai surgir e fazer outro, assim como acontece com o Homem-Aranha. Então se você não gostar desse, não se preocupe - ele será reinventado. Essa é a parte curiosa sobre esses personagens. De certa forma, quadrinhos são nosso Shakespeare e da mesma forma que existem várias versões de Hamlet e Macbeth, fizeram quatro ou cinco versões do Coringa nos últimos 25 ou 30 anos. Então por que não fazer outro totalmente diferente?".


Bom, podemos esperar um longa-metragem que se distancia daquilo que estamos acostumados acompanhar quando se trata de heróis. O que pode ser algo bom! Um refresco para as produções. Para ter certeza de tudo, esperemos até o dia 3 de outubro, data marcada para a estreia no Brasil. Enquanto isso, vem pegar o gostinho com a gente no trailer final!


Por Mariana R. Marques

voltar