Instituto de Cinema de SP

Júlia Rezende

Foto do Mestre Júlia Rezende

Descrição

Estreou na direção de longas metragens em 2013 com “Meu Passado Me Condena”, comédia romântica estrelada por Fabio Porchat e Miá Mello, que levou 3,2 milhões de espectadores aos cinemas. Em 2015, Julia lançou “Ponte Aérea”, com Caio Blat e Letícia Colin e “Meu Passado Me Condena 2". No ano seguinte lançou "Um Namorado Para Minha Mulher", adaptação do filme argentino de mesmo nome, com Ingrid Guimarães, Caco Ciocler e Domingos Montagner. Em 2017 levou aos cinemas a adaptação da peça ”Como É Cruel Viver Assim", de Fernando Ceylão, com Fabiula Nascimento, Marcelo Valle, Silvio Guindane, Debora Lamm e Paulo Miklos. Em 2019 foi a vez de “De Pernas Pro Ar 3” e em 2020 prepara-se para lançar “Depois A Louca Sou Eu”, comédia dramática protagonizada por Debora Falabella, baseada no livro de Tati Bernardi. Seus filmes já levaram mais de 8 milhões de espectadores aos cinemas.

Disciplinas que leciona

  • Direção
Voltar