Instituto de Cinema de SP

Kiko Rieser

Foto do Mestre Kiko Rieser

Descrição

Diretor, autor e produtor teatral. Escreveu e dirigiu “Amarelo distante”, “A vida útil de todas as coisas” (diversas
indicações no Prêmio Aplauso Brasil) e o infantil “O que fica das pessoas que vão”.
Dirigiu “Capitu, olhos de mar”, “A dama da noite” e os infantil “Braguinha – sons,
canções e histórias” (4 indicações no Prêmio São Paulo). Também produziu vários
desses espetáculos, além de “Cabarezinho”, “Consertando Frank” (indicado a
melhor espetáculo no Prêmio APCA), “Volpone”, o infantil “Moinhos e carrosséis”, “A
cabala do dinheiro”, “Esperando Godot” (Grupo Garagem 21, indicado ao Prêmio
Shell 2017 de Melhor Figurino, diversas viagens) e a produção local de “Alair” (com
Edwin Luisi). Produziu também o livro “Amor ao teatro”, críticas de Sábato Magaldi,
finalista do Prêmio Jabuti 2015. Em cinema, escreveu e dirigiu o curta-metragem
“Deixe a porta aberta ao sair” (com Lucélia Santos e João Victor D’Alves). É autor de
“Lapsos” (poemas, Ed. Patuá, 2017) e “Átimo” (romance, Ed. Instante, 2018).

Disciplinas que leciona

  • Editais e Leis de Incentivo
Voltar