Instituto de Cinema de SP

Sérgio Spina

Foto do Mestre Sérgio Spina

Descrição

No cinema desenvolve atualmente, dirigindo, escrevendo e produzindo, os projetos da NaVeia Filmes, produtora que ajudou a fundar em 2015. Em fevereiro de 2016 teve o seu filme “RG” premiado como o melhor curta do Festival Internacional de Cine de Iquique, no Chile. Em 2014 realizou o seu primeiro longa-metragem, “Quando Para”, ainda em fase de pós-produção; Ao longo de sua carreira dirigiu inúmeros curtas, entre eles os premiados “O Datilógrafo” e “A Invenção da Cabeçada no Futebol”.

Diretor de casting e assistente de direção cênica no Theatro Municipal de São Paulo entre 2013 e 2015, onde realizou dezessete óperas sob a direção artística do Maestro John Neschling, desenvolvendo o treinamento e a direção cênica com 368 artistas, entre atores, bailarinos, cantores, circenses, crianças e adultos. Entre as óperas realizadas destacamos: “Thaïs”, “Carmem”, “Otello”, “Don Giovanni”, “La Boheme”, “Tosca” e as premiadas “Aida” e “Salomé”. Entre os grandes diretores com quem trabalhou, destacamos: Stefano Poda (Itália), Antônio Abujamra (Brasil), Livia Sabag (Brasil), Marco Gandini (Itália), Caetano Vilela (Brasil), Filippo Tonon (Itália), Lineu Constantino (Brasil) e Davide Livermore (Itália) e Pier Francesco Maestrini (Itália).

No teatro dirigiu as peças “Cacto” de sua autoria, “2 Horas da Tarde em Tóquio” de Luís Antônio, “O Santo Cupido” de Paulo Moraes e “Ponto Com” de Luciene Balbino. Como ator realizou 16 peças teatrais, destacando: “Arlecchino” de Dario Fo, “Deus” de Woody Allen, “A Lição” de Eugène Ionescu, “Alice e Gabriel” de Jaime Celiberto e o “Santo Inquérito” de Dias Gomes.

Disciplinas que leciona

  • Direção / Direção de Atores
Voltar