Moonlight: Uma análise sobre a luz do luar - InC | Instituto de Cinema | Cursos de Cinema e Atuação

Instituto de Cinema de SP

Moonlight: Uma análise sobre a luz do luar

As cores no cinema possuem diversas utilidades, mas uma de suas principais funções como elemento narrativo é provocar determinados sentimentos no público, à medida em que externaliza os sentimentos dos personagens. Um bom exemplo disso é o filme Moonlight: Sob a Luz do Luar, de Barry Jenkins, primeiro filme com temática LGBTQIA+ a ganhar o principal prêmio da Academia, o Oscar de Melhor Filme.


O filme conta a história de Chiron (interpretado por Alex Hibbert na infância, Ashton Sander na adolescência e Travante Rhodes na fase adulta), um rapaz negro que mora em um bairro violento de Miami e passa por diversos obstáculos e dificuldades, desde bullying na escola, até o envolvimento com o crime, passando por um processo de autoconhecimento especialmente no tocante à sua sexualidade. Baseada na peça inédita “In Moonlight Black Boys Look Blue”  - que, numa tradução livre significa “Sob a luz do luar, garotos negros parecem azuis” - de Tarell Alvin McCraney, a história autobiográfica assinada também por Jenkins ganhou diversos prêmios, dentre eles o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado e o de Melhor Filme em 2017. 


Sobre a sua paleta de cores, é evidente o trabalho de James Laxton, diretor de fotografia da obra, em relação às cores e simbolismos presentes no filme, que dizem tanto ou até mais sobre a história do que o próprio roteiro. Vale a pena mencionar aqui também, para melhor compreensão tanto do filme quanto de suas cores, que o nome original da peça já carrega em si a cor azul, que em inglês também pode significar “tristeza”, ou seja, o título também pode significar “Sob a luz do luar, garotos negros parecem tristes”. Tal cor, por si só, já denota bem o tom e estilo do filme, e é possível perceber que ela se sobressai e se destaca durante toda a obra. 


Dito que o azul é utilizado como o tom geral do filme, algumas cenas e situações merecem destaque, confira no nosso Instagram  frames do filme citados aqui no texto!


Infância: Durante a infância, Chiron é conhecido como “Little”, e o vemos usando camisetas brancas em várias cenas, representando pureza e até mesmo inocência de seu personagem em razão da pouca idade. Contudo, a mochila inteira azul pode ser interpretada como uma certa tristeza que ele carrega nas costas sem ter, ainda, consciência disso, talvez por não saber exatamente de muitas situações ao seu redor, como o vício de sua mãe em drogas.


Juan: Interpretado por Mahershala Ali, que ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por sua brilhante atuação, Juan é o traficante do bairro, e está sempre ciente de tudo ao seu redor. Ao encontrar Little assustado em uma boca de fumo, Juan se torna seu mentor e figura paterna. Sempre adornado pela cor azul (a exemplo de seu carro), Juan costuma usar camisetas coloridas, e encontramos os mesmos tons em sua casa. Porém, a partir do início de sua relação com Little, o personagem passa por uma visível transformação, e a última cena na qual o vemos ele veste roupas brancas, combinando com a nova cor branca também nas paredes.


Adolescência: Os tons de amarelo usados por Chiron nesse período, assim como os detalhes no ambiente e edição de luz podem simbolizar a confusão e insegurança que ele está sentindo. Além de ser um período naturalmente complicado para a maioria dos jovens, para Chiron, além de tudo, a situação em casa e com sua mãe piorou e se sente inseguro em relação à Kevin. Ainda, sem seu mentor, Chiron se tornou cada vez mais introspectivo, incerto de quem realmente é. 


Paula - Mãe de Chiron: Na cena em que Paula discute com Chiron, cena que se tornou famosa especialmente por causa da utilização das cores, o contraste entre as cores complementares verde e rosa indicam um conflito. Considerando esse contraste, é possível identificar que, ao mesmo tempo em que externaliza um conflito interno da personagem, é o pano de fundo perfeito para o conflito literal que está acontecendo entre Paula (Naomie Harris) e seu filho. 


Perigo: Na obra, o perigo é representado pela cor vermelha e está frequentemente associado ao personagem Terrell (Patrick Decile), que carrega a cor em sua mochila e roupas, além de estar presente na cena da cafeteria logo antes de Chiron apanhar de Kevin. Voltando na cena anterior sobre a mãe de Chiron, podemos ver a cor vermelha também em seu figurino e na luz que vem de seu quarto, que nesse caso pode representar tanto paixão e estar relacionada à sua prostituição, como pode também indicar perigo - neste caso, um perigo para Chiron, que está ouvindo seus gritos e é vítima frequente de seu terror psicológico.


Kevin: Por último temos Kevin, interpretado por Jaden Piner, Jharrel Jerome e André Holland. Kevin é um amigo de infância de Chiron e por quem Chiron se sente atraído, mas tem medo e vergonha de admitir. É possível perceber que este personagem está quase sempre usando azul, ou pelo menos envolto em uma luz azul extremamente simbólica (lembrando o duplo sentido da palavra em inglês, que envolve tristeza), nos três tempos em que o filme se passa. 


De forma geral, as cores são uma maneira de trabalhar e mexer com as emoções dos espectadores, impactando na experiência de assistir ao filme, que se torna ainda mais cativante emocionalmente!


 


Por Ana Clara P.S.M.O.


 


Como vimos, a cor pode ser um elemento de extrema importância em uma obra audiovisual, podendo inclusive ser trabalhada como linguagem e instrumento de comunicação.


Se você tem interesse por esse assunto no cinema, conheça o nosso curso A Cor Como Linguagem: Teoria e Prática - Online (AO VIVO)!


Neste curso, serão apresentados os fundamentos da Cor, assim como sua utilização em processos criativos. Durante as aulas, você vai aprender a como utilizar a cor como uma forma de comunicação em uma obra audiovisual. Serão abordados temas como: a cor no desenvolvimento histórico da Arte; aspectos teóricos como os ideais de Newton, Goethe, o modernismo e a Escola Bauhaus; exercícios práticos sobre a cor e a construção de espaços; a diferença entre Cor Pigmento e Cor Luz; e muito mais. 


Acesse esse link para saber mais e fazer a sua matrícula!

voltar