Instituto de Cinema de SP

Atuação para Cinema e Televisão:
Módulo I

  • atuação
  • todos

Sinopse:

O curso de Formação Livre em Interpretação para Cinema, Teatro e televisão visa formar, aperfeiçoar, fornecer ferramentas e experiências para atores somando os pilares das tradicionais técnicas de atuação com o que há de mais moderno no âmbito de gestão da carreira e formação de atores do mundo.

Datas e calendário:

  • Próximas turmas: 12/06/2018
  • Dias da semana e horário: Ter, Qui, das 14:00 às 17:00 horas.
  • Duração: 2 meses
  • Carga horária: 72h

OBJETIVO:

Unindo teoria e prática de maneira responsável e embasada neste complexo projeto político-pedagógico de ensino de arte, o curso visa formar atores completos, preparados para atuar sob diversas circunstâncias, além de negociar, planejar a própria carreira e lidar com um ativo esquecido em cursos de atuação: a relação com o ócio de forma criativa e empreendedora.

DIFERENCIAIS DO CURSO:

Inspirado nas ementas de cursos que admiramos como a EAD-USP e cursos de parceiros internacionais como a Primary stages criamos um projeto de educação livre de amarras, único, unido de técnicas e práticas de métodos clássicos a disciplinas como leitura e técnicas de roteiro, produção para atores visando construir noções básicas de mercado para negociações e uma postura mais empreendedora; coatching: para o ator construir um plano de ação de sua carreira; workshops com agentes orientando no marketing pessoal; cultura fílmica, teatral e televisa - visando aprimorar o capital cultural referencial do ator; aspectos filosóficos e antropológicos para a construção de personagens (único no Brasil); entre outras disciplinas e palestras ao longo da formação.

PROGRAMAS:

Jogos Teatrais I

A disciplina de Jogos Teatrais contribuirá para a preparação do ator para a cena por meio dos jogos. Neste primeiro módulo o aluno será introduzido aos Jogos Teatrais de Viola Spolin, além de algumas experiências provindas de autores como Peter Slade em seus Jogos Dramáticos. I: Jogos Tradicionais II: Jogos de Estrutura Teatral: quem, onde, o quê, III: Jogos de comunicação verbal e não verbal IV: Jogos Dramáticos

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Interfaces II - Teatro e Psicologia – Drama Terapia e Psicodrama

Nessa disciplina os alunos terão um primeiro contato com algumas das formas como se manifestam as relações entre teatro e psicologia. O curso visa apresentar ao aluno um panorama geral das duas principais formas como o teatro é utilizado como ferramenta para os processos terapêuticos das linhas de Drama Terapia e Psicodrama, ambas metodologias que surgiram entre 1960 e 1970 no Reino Unido e nos Estados Unidos. Os alunos terão contato com os princípios teóricos que baseiam essas práticas terapêuticas, além de experiências práticas com algumas das atividades e dinâmicas praticadas pelos profissionais das áreas. Veremos também algumas outras manifestações específicas dessa interface, como por exemplo o trabalho de Augusto Boal em seu livro O Arco-Íris do Desejo, uma das ramificações do Teatro do Oprimido que trabalha com as opressões internalizadas no ser humano e no seu convívio social, muito inspirado na experiência do autor com o Psicodrama na Europa. A disciplina não tem o intuito de realizar uma capacitação total do aluno para esse trabalho especializado, mas sim uma visão introdutória desses campos de atuação tão profundos e ricos. I Teatro é terapêutico? Delimitações e convergências II Drama Terapia e Psicodrama : Princípios teóricos III Prática: Diferenças e semelhanças entre os métodos IV Outros caminhos: Augusto Boal e o Arco-Íris do Desejo.

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Interfaces I: Teatro e Política - Boal e Brecht

Essa disciplina prioritariamente teórica vai introduzir aos alunos alguns dos pensamentos que marcaram o universo teatral e sua estreita relação com a crítica social ao longo da história. Como polos distintos e diversos dessa interface, estudaremos Bertolt Brecht e seu Teatro Épico, e o brasileiro Augusto Boal e seu Teatro do Oprimido. A distância entre os contextos desses dois autores possibilita uma rica discussão a respeito de suas propostas e comparação de suas visões de mundo e do papel do ator na sociedade. I Bertolt Brecht e o Teatro Épico: Distanciamento, Teatro Pedagógico, Gestus, Parábola, Alegoria II Augusto Boal e o Teatro do Oprimido: conceito do Espect-Ator, Árvore do Teatro do Oprimido: Teatro Fórum, Teatro Imagem, Teatro Jornal, Teatro Invisível.

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Improvisação I

Apesar de serem disciplinas independentes, a disciplina de Improvisação será um aprofundamento do trabalho que é desenvolvido a partir dos Jogos Teatrais, propondo um desenvolvimento maior do trabalho do ator no que concerne a prontidão cênica, a interação com o outro, escuta, criatividade. A partir de Exercícios de Improvisação, motes e temas, os alunos aprofundam sua capacidade de construção de cena. A proposta é consolidar o trabalho dos jogos pensando a autonomia do ator e sua espontaneidade.

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Fundamentos da Interpretação I

Dividida em módulos, a disciplina prática e teórica tratará de estudos acerca das técnicas de interpretação. O primeiro módulo tem como tema central o trabalho de Stanilslávski, Grotowski, dentre outros. No módulo II, a disciplina se concentra no estudo da interpretação teatral fundada nos conceitos do Teatro Épico, por intermédio de leitura de textos teóricos e dramáticos que possam servir de material para a prática. O terceiro módulo se fundamentará nos estudos sobre o trabalho do ator presentes nas visões de Artaud e diretores contemporâneos.

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Corpo Cênico I – Técnica para o movimento consciente – Reconhecimento de padrões

Investigaremos o corpo cênico e suas particularidades. No primeiro contato com a técnica teremos um estudo que trabalhará o reconhecimento dos nossos padrões de movimentação, para conseguir modificá-los. Com fundamentos da Técnica Klauss Vianna e outras experiências de expressão corporal na linha de pesquisa em teatro e dança contemporânea, o aluno será conduzido, dando ferramentas para trabalhar o corpo e suas dificuldades, a expressão e a comunicação, reconhecendo as amarras para que assim consigamos ter a liberdade na criação. (Re)conhecer os padrões é uma investigação intensa e instigante, teremos encontros transformadores. Temas: Reconhecimento corporal, Peso, Tensões, Articulações, Níveis, Espacialidade, Direcionamento ósseo.

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Construção da Dramaturgia - O Ator e o Texto

Trata-se de uma disciplina que discute o fenômeno teatral e estuda a dramaturgia comparando textos importantes de diferentes períodos da história do teatro. Farão também parte do curso a análise do texto e suas diferentes formas, o estudo das formas dramática e pós-dramática e suas diferentes personagens, além da análise de espetáculos teatrais. A disciplina incluirá também atividades práticas que integrarão o trabalho de interpretação à análise textual.

Caroline Marie

Caroline Marie

Liliana Junqueira

Liliana Junqueira

Erica Martinelli Munhoz

Erica Martinelli Munhoz

Luciana Romani

Luciana Romani

Investimento:

À vista R$ 1.200,00 ou 4x de 300,00

Para mais informações,envie um email para matricula@institutodecinema.com.br ou nos ligue no (11) 3062-2794.